Segundo e último dia em Athenas!

Acordamos cedo para aproveitar nosso último dia em Athenas e para comemorar o domingo de Páscoa. Após nosso café da manhã dos Deuses e com um dia lindo nos esperando lá fora, saímos para pegar o metrô na Praça Syntagma. Como todos os sítios arqueológicos estavam fechados, nossa programação era conhecer os mirantes da cidade e o bairro de Psiri.

Na noite passada vimos, da praça Syntagma, o monte Lycavittos todo iluminado devido a procissão até a Igreja de São Jorge. Um belo espetáculo, queria ter estado lá! Assim decidimos o nosso primeiro passeio do dia!

A cidade está formada por várias colinas, tendo como principal delas, a Acrópole. Já a mais alta , é o Monte Lycavittos ( Lycavittos significa “caminho dos lobos”) .  Não importa onde esteja na cidade, você conseguirá avistá-la!

O metrô de Athenas é algo tão luxuoso que vai merecer um post só pra ele!!!RS!

Descemos na estação Evangelismos e logo fui perguntar pra que lado deveríamos seguir. Tínhamos que subir a esquerda e virar a direita e andar…andamos por uma avenida com o sol nos aquecendo até encontrarmos algumas placas.Viramos a direita e logo avistamos uma bela colina…bora subir…quando chegamos em um patamar com muitos e intermináveis degraus!!!  Ainda bem que todos estávamos de tênis, ufa!!! Olha, são muitos degraus mesmo mas a vista vale muito a pena…e em alguns pontos, tem banquinhos pra descansar e se preparar para mais subida!!!

Subindo rumo ao monte Lycavittos!

Na subida, vamos conhecendo melhor o bairro de Kolonaki com suas vitrines chiquérrimas e casarões coloridos. Não sei dizer, ao certo, o quanto subimos até o Teleférico…mas foi muito bom, porque a cada patamar alcançado a vista era cada vez mais linda…aquela cidade com casas e prédios baixinhos toda branca ao fundo!

Casarão do bairro de Kolonaki!

 Sei que fazendo a trilha até o monte  são 270 m de subida!!! Tendo como esporte favorito, comer bem, nem cogitei subir sem o teleférico…RS! E esse é o esporte favorito da família toda!!!

Vista da cidade ao fundo.

Nessa subida, fomos encontrando alguns turistas que ,como nós, estavam procurando o que fazer nesse domingo! Subindo e subindo, chegamos morrendo de sede e de calor até a entrada do teleférico. Aproveitamos a pequena fila, para comprarmos garrafinhas de água em uma cafeteria charmosa na esquina. Preço do teleférico: 6 euros.

Finalmente, o teleférico!!! Dá pra ver uma pontinha da igreja de São Jorge ali em cima...

Preparados para subir!!!

A subida foi bem mais rápida do que esperávamos, rápida mesmo…saindo do funicular, subimos alguns lances de escada e já começamos a ter uma idéia da grandiosidade dessa cidade. Lá em cima, você encontrará um restaurante charmoso com uma excelente vista e a pequenina igreja de São Jorge.

Fachada da igreja de São Jorge!

Vista incrível da cidade!

Mar Egeu ao fundo e a Acrópole reinando absoluta no centro!

Certamente, uma grande cidade!

O mirante é uma delícia, dá vontade de sentar e ficar apreciando a vista sem pressa…o difícil mesmo é encontrar lugar pra sentar (acho que todos os turistas estavam ali!). Fico imaginando na alta temporada… Quanto a igrejinha, ela é única com seus afrescos vibrantes!

 

 Até o maridão (são-paulino até a alma) resolveu acender uma vela e agradecer na igreja de São Jorge!!! Brincadeiras a parte; é incrível ver a devoção desse povo! Após muitas fotos e agradecimentos, já era hora de descer!

 Pegamos o funicular e resolvemos optar por um outro caminho para descer, ou seja, pela lateral do morro e foi a nossa melhor idéia!!! Sem degraus, uma descida leve por uma rua com árvores carregadas de flores! Tivemos que andar um pouquinho mais para chegarmos até o metrô, mas valeu muito!!!

Já era hora de almoçar, então descemos na estação Syntagma para conhecermos o bairro de Psiri. As ruas estavam bem desertas e o comércio, em geral, estava fechado. Com um mapa em mãos, fomos andando e descobrindo aos poucos esse bairro com suntuosas lojas de grife e vielas com seus charmosos cafés.

Descobrindo o bairro de Psiri.

Ruas praticamente desertas...

 

Nessas andanças, olha só o que encontramos pelo caminho…

Igreja ortodoxa de Kapnikareas do século 11!

Lateral do Parthenon! É sempre incrível, virar a rua e dar de cara com isso...

Loja da Ferrari pro marido ficar feliz da vida!

 Após esse passeio tranquilo e exclusivo, fomos até a estação Akropoli para subirmos outra colina, o Monte Filopappos ( na Grécia antiga, essa colina era conhecida por Caminho das Musas). Passamos novamente pelo novo museu da Acrópole e fomos subindo até chegarmos na praça; onde de um lado, temos a entrada para a Acrópole e do outro lado ( sem nenhuma placa ou indicação) temos a entrada de um grande parque, sim, essa era a entrada para o monte Filopappos. O sol já estava bem baixo e o vento gelado voltou a surgir.

Fomos andando sem rumo algum dentro do parque até que vimos uma pequena plaquinha indicando para seguir um caminho cercado por oliveiras. Lá fomos nós…no meio do mato,literalmente, subindo sem saber onde chegaríamos…começamos a ficar mais tranquilos quando encontramos outros turistas perdidos pelo caminho! Sobe ali, vira cá…quando olhamos pro lado, meu Deus, que vista era aquela!!!!

Vista inesquecível!

Na foto acima, se olharmos com atenção, podemos ver o monte Lycavittos e a igreja de São Jorge logo acima do Parthenon.

E quanto mais subíamos, tínhamos a impressão de ter encontrado melhores ângulos, melhor luz…melhor tudo!!! Nossa, nunca subi nada tão rápido assim antes…essa subida é totalmente imprescindível!!!

Olha a família chegando no topo!!!

Dá até pra avistar algumas ilhas ao fundo...incrível!

Nossa protagonista...

Monumento Filopappou, construído para homenagear o senador romano, Filopappou.

 O sol já estava se despedindo e ficamos mais um pouco ali, sentados nas pedras, curtindo aquela vista única!!!

Incrível mesmo!

Família inteira fotografando e minha mãe sendo nossa musa!

 Começou a escurecer e não podíamos esquecer de que ainda estávamos no meio do mato!!! Começamos a voltar por um outro caminho e vimos que estávamos perdidos pra valer e sozinhos…resolvemos então voltar para o topo e descer por onde tínhamos subido. No meio da caminhada, vimos uma placa indicando a Prisão de Sócrates. Imagina se eu não quis ir lá conferir…se eu terminei minha faculdade de direito, eu devo tudo a filosofia e a sociologia!!!RS!

Prisão de Sócrates.

Após alguns minutos de caminhada, chegamos a via principal do parque embalados por cânticos religiosos vindos de uma minúscula igrejinha dentro do parque.

Agora só faltava ver a Acrópole ser iluminada!!! Já tinha visto um restaurante que fica bem perto da entrada da Acrópole, o Dionisios. Mas pelo que eu tinha lido na internet, ele era bem caro!!! Sendo assim,saímos do parque e fomos descendo uma larga e agitada rua, tentando achar o restaurante Filistron, indicação da Patrícia do blog Turomaquia. Nesse caminho, deixamos a Acrópole para trás e inúmeros e charmosos barzinhos nos davam boas vindas. Até que depois de muito caminhar…encontramos o restaurante…fechado!!! Ele só abriria após a Páscoa. Já devia ter imaginado, mas…fazer o que né?!

Fachada do restaurante Filistron...fechadooooo! Humpf!!!

Resolvemos voltar e dar uma olhada melhor no Dionisios. O vento frio estava nos congelando…resolvemos entrar! Logo o garçom nos perguntou se queríamos jantar ou tomar um café…o restaurante tem a parte fechada que é luxuosa e fechada com vidros; assim como o terraço, onde poderíamos lanchar. Apesar do frio, pensando nas fotos que queria tirar, ficamos no terraço…pedimos crepes e vinho, fomos muito bem tratados!!!

Terraço do restaurante. Localização privilegiada mesmo!

Preparei meu tripé “made in China” e fiquei esperando as luzes acenderem…as 20:00 p.m em ponto, a Acrópole estava toda iluminada! Linda e soberana!

Vista do terraço do restaurante Dionisios.

 Acabamos de jantar com tranquilidade mas congelados de frio…a conta foi justa e o atendimento, ótimo!  Estava mais do que feliz com aquela bela imagem em minha mente e na minha câmera! Amanhã iríamos madrugar para pegar nosso hidrofólio para Santorini as 07:00 a.m. Ai que sonho!!!

Linda!

Não dá pra tirar uma foto só, de jeito algum!!!

Boa noite, Athenas!

 

Anúncios

~ por Adriana em 14/05/2010.

3 Respostas to “Segundo e último dia em Athenas!”

  1. Menina, que viagem linda! E que fotos maravilhosas!! Parabéns !!! Estou ansiosa pelos próximos posts.
    bjs. Hortencia

    • Obrigada Hortência!!! Obrigada mesmo!! Logo mais teremos posts com as minhas fotos favoritas …tb tendo como cenário Oia e Mykonos, tudo é mais que perfeito!!!
      beijos,
      Dri.

  2. A vista do Lykavittos é mesmo um espetáculo, pena não ter subido ao Filopappos, desculpa para voltar para Atenas mais uma vez 😉
    Andar por Plaka à noite é inesquecível – a atmosfera e as vistas da Acrópole. Entrei no site deste restaurante Dionisios e a vista é mesmo maravilhosa. Ótima dica.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: