Nossa primeira tarde de inverno em Madri.

Depois de um Natal inesquecível…com direito a combinação infalível da diversão, ou seja, amigos ( no nosso caso, muito amigos!) + vinho ( no nosso caso, muito vinho! RS!), no dia 26/12 fomos para Madri juntos para almoçarmos e deixarmos nossas malas no hotel.

Reservar um hotel em uma cidade como Madri, não é uma tarefa fácil…isso porque temos uma variedade enorme de hotéis e estilos dependendo da região. No nosso caso, o bolso falou mais alto, mas ficamos muito satisfeitos com a nossa escolha. Reservamos nossas diárias no hotel NH Zurbano, bem pertinho da estação de metrô Gregorio Marañon.

Foto do quarto duplo emprestada do site do hotel.

http://www.nh-hoteles.pt/nh/pt/hotels/espanha/madrid/nh-zurbano.html

Bairro estritamente residencial, muito tranquilo e seguro, com o metrô a apenas uma quadra!!! Pra nós, estava perfeito! O quarto em que ficamos era bem mais antigo do que a da foto e menor também. Na nossa última noite, trocamos de quarto, e aí sim, ficamos em um bem parecido com esse da foto!

Madri, cidade-fantasma no dia 26/12...RS!

Deixamos as malas no hotel e fomos bater perna…estávamos na Calle Princesa passeando com os nossos amigos, até que resolvemos dar uma voltinha dentro do El Corte Inglês, uma super loja de departamentos com direito a grifes famosas, mercado no subsolo e 7 andares de tudo que você possa imaginar! Adorei o mercado e comecei a salivar quando vi na vitrine da doceria, alguns docinhos iguais a brigadeiros, que depois fui descobrir que só tinham cara de brigadeiros, eram trufas de chocolate geladinhas, yumi yumi! Ninguém reclamou da aquisição gastronômica. Nos despedimos dos nossos queridos amigos e como íamos nos encontrar em Segóvia em dois dias, tudo foi bem tranquilo!

Eu e o maridão começamos a andar sem rumo, sem guia…só andando até que vi uma estação de metrô (Metrô Ventura Rodriguez) que me fez parar…tinha lido no guia de Madri dos meus amigos no Natal, que próximo desse lugar ficava o Templo egípcio de Debod. Começamos a olhar com mais cuidado entre as ruas, até que avistamos por uma viela, o que parecia ser um parque. E foi pra lá que nos dirigimos. Chegando lá, vimos algumas placas indicando o Parque del Oeste. Atravessamos a rua e fomos conhecê-lo.

Parque del Oeste, um refúgio muito tranquilo em Madri.

O parque estava bem tranquilo assim como por onde já tínhamos passado…estava uma tarde típica de inverno, com direito a céu azul e um ventinho de cortar a alma! RS!

Seguimos caminhando até que avistamos o famoso monumento egípcio do séc. IV a.C. E era melhor do que a foto do guia…o espelho d’água ao seu redor estava congelado e as crianças e alguns adultos com complexo de Peter Pan ( eu!!!) estavam fascinados!

El templo de Debod.

Pessoalmente, foi muito mais interessante ver o espelho d’ água congelado, garanto!!! Mas em termos de fotografia…o reflexo não fica tão interessante assim! Humpf! Mas ficamos lá admirando e pensando como é que trouxeram tudo aquilo do Egito…

Folhas presas dentro do espelho d' água congelado!

Nas placas informativas do parque, o templo de Debod foi construído para cultuar dois Deuses, Amon e Isis, tendo sido doado pelo Egito a Espanha como forma de agradecimento pela ajuda prestada no salvamento dos templos de Abu Simbel, na Nubia. Dando uma pesquisada no google, descobri que o templo ficava no vale do Nilo e quando a nova represa de Aswan o ameaçou em 1970, o governo egípcio resolveu desmontá-lo e doá-lo a Espanha como forma de gratidão. O templo foi cuidadosamente desmontado e seguiu para Valência de navio, e depois seguiu para Madri de trem, onde foi reconstruído e aberto ao público em 1971.

Dois pórticos com estreitas colunas levam ao templo em si.

Infelizmente ele estava fechado, e não pudemos conhecer o seu interior que contém hieroglifos gravados nas paredes interiores. Mas vou passar as informações coletadas no site da prefeitura de Madri para quem se interessar em conhecê-lo:

De 01 de outubro a 31 de março, o horário de abertura do templo é o seguinte:

Segundas as sextas: 9:45 as  a 13:45  e  16:15 ás 18:15 .

Sábados, domingos e feriados : 10 a 14 horas.

De 1 de abril a 30 de setembro:

Segundas as sextas-feiras: das 10 a 14 horas e das 18 as 20 horas.

Sábados, feriados e domingos:  das 10 as 14 Horas.

Vista do parque e do primeiro pórtico do Templo.

O parque oferece belas vistas da cidade a partir de seus inúmeros mirantes e se quiser sentar em um banquinho e curtir o pôr do sol, esse é o local mais indicado! Vi fotos do templo de Debod no pôr do sol e é incrível!  Também logo atrás do templo, encontramos mais um lago com um chafariz, tudo muito limpo e bem cuidado. No verão, o teleférico do parque está em funcionamento também. Com certeza, vale a visita!

Parque del Oeste.

Como estávamos com frio e  queríamos conhecer mais coisas até o final do dia, seguimos andando e observando cada detalhe arquitetônico e cada impressão do inverno daquela nova cidade pra gente!

Andando a caminho da Plaza de España...

Arquitetura herdada do domínio mouro.

Mais um exemplo do leque de arquiteturas presentes na cidade.

A  duas quadras, chegamos na Plaza de España, que estava meio encoberta por inúmeros stands promovendo uma feira de artesanato. Lá encontramos o momumento em homenagem a Cervantes, com as estátuas de Don Quixote e Sancho Panza e mais um lago congelado; é minha gente, tava frio!

Infelizmente, a praça estava toda circundada com tapumes e não pudemos ver o monumento com a torre de Madri e o Edificio Espanha, logo ao fundo. Só foi possível ver tudo de perfil, mas tudo bem…eu vou voltar pra lá mesmo, um dia! hehehe!

Menina brinca com um bloco de gelo do lago congelado da praça.

Crianças posando na frente das estátuas dos heróis literários de Cervantes.

Da Plaza de España foi um pulo até a Gran Via, a mais famosa e ampla rua de Madri, onde tudo acontece…lá encontramos os grandes teatros passando peças incríveis como Les Miserables, cinemas, lojas de grife, Museu do Jámon, grandes e caros hóteis…se Madri estava tranquila, foi até chegarmos a Gran Via, RS!  Todos estavam lá, jovens, senhores, turistas e locais se misturavam naquela doce loucura! E caso você se canse daquela loucura, olhe para as vielas do lado, em sua maioria, desertas e tranquilas…como essa abaixo:

Não parece, mas juro que é uma viela lateral da Gran Via, si si!

Cartazes comemorativos da Gran Via a enfeitam em toda a sua extensão...

Fnac mega store, El Corte Inglês, Zara, Mango...estão todas lá! Ebaaa!

Claro que aproveitei para dar uma conferida na moda espanhola, entrando na Mango e na Zara, bem rapidinho, juro! Não dá pra resistir…mas tava uma loucura, a Zara então; parecia que um furacão tinha passado por lá! Pra sorte do marido, não tive paciência pra procurar algum achado naquela loucura naquele momento!

Entardecer em Madri…correndo pra chegar na Puerta del Sol!

Seguimos percorrendo a Gran Via para depois virarmos a direita e seguirmos rumo a Puerta del Sol. Quando chegamos perto dela, percebi que o mundo inteiro estava naquele lugar, ah meu Deus!!! Aquela aglomeração me fez lembrar Roma em agosto…realmente aquela é a praça mais animada e a mais linda de Madri, na minha humilde opinião, é claro! Não dava nem pra ver as fontes com tantos jovens disputando um lugar ao seu redor! Uma enorme árvore de Natal fazia com que as famílias fizessem filas para entrar em seu interior. Todos estavam muito felizes…lá também encontrei o Darth Vader, o Bob Esponja, a Hello Kitty tirando fotos com turistas e locais!

Pôr do sol na divertida e bela Puerta del Sol!

Agora sim, toda a magia da mega e super árvore de Natal !!!

Detalhes da árvore de natal mais colorida e moderna que já vi!!!

E naquele formigueiro humano, um empurrando de lá…outro pisando no seu pé…fomos tentando caminhar e prestar atenção aos monumentos, um deles, é a estátua de Carlos III em seu cavalo, em cujo pedestal se encontram todas as façanhas realizadas pelo monarca. O que mais chama atenção é a Casa dos Correios construída no séc. XVIII, que foi a antiga sede dos correios espanhóis. Neste belo edifício, avistamos a torre com um relógio em cada uma de suas quatro faces, e é lá que os espanhóis tem a tradição de celebrar o Ano Novo!

A estátua equestre de Carlos III e a grandiosa árvore de Natal!

Diz a lenda, porque nem eu e nem o marido pudemos comprovar, que no centro dessa praça se encontra um marcador indicando o ponto zero da cidade. Continuamos andando e quando atravessamos toda a praça vimos que estávamos perdidos mesmo…se tinha muita gente na praça, imagina o número de gente que tinha nas avenidas adjacentes…ainda mais por essas ruas serem consideradas o núcleo comercial mais importante da cidade! Sem contar com o fato de todos os europeus só trocarem os presentes de Natal no dia de Reis, ou seja, dia 06/01! Então aquelas ruas me fizeram lembrar da nossa bendita 25 de março antes das datas festivas!!! Dilícia né?! Mas eu estava me divertindo com a alegria daquelas pessoas…tinha adulto com chapéu de rena do papai noel na cabeça, jovens com perucas coloridas, crianças com chapéus de chaminé e o papai noel preso! Muiiiito divertido!

Belíssimas decorações natalinas nas ruas comerciais de Madri.

Decoração da fachada do El Corte Inglês, ao final da Puerta del Sol.

Ainda bem que pra sair de lá tava fácil…o metrô fica ali no meio dessa loucura, e lá fomos nós, correndo para o hotel para nos darmos o direito de um bom banho pra depois nos encontrarmos com um grande e querido amigo espanhol que morou aqui na nossa terrinha! Conhecendo o Aeneas do jeito que conhecemos, ou seja, o cara nasceu na Irlanda, foi criado na Espanha e ama o Brasil, isso resulta numa noite daquelas, não é mesmo?! RS!

E assim foi…o Aeneas veio até o nosso hotel e de lá seguimos de táxi para a Calle San Bernardo, linda praça com edifícios de tijolinhos! Ele nos levou a um bar muito moderninho, com decoração intimista e moderna! E foi lá que me rendi e jurei amor eterno as tapas madrilenas!!! O bar se chama LA Musa, e lá ficamos boas horas, tomando vinho da região de La Rioja, provando os mais deliciosos croquetes de jámon, experimentando um mix de carnes e molhinhos apimentados, e até um tipo de peixe estranho com ovo, yumi yumi!!! Eu, por mim, ficava lá mais tempo…mas espanhol tem essa mania de ter que ir pra outro bar…e lá fomos nós, pro outro lado da rua, pra terminarmos a noite em um pub! RS!

Pessoal, super recomendo esse bar!!! Segue o link  para o site para maiores informações: http://www.lamusalatina.com/

Existia meio melhor para comemorarmos nossa viagem, os encontros com queridos amigos, e a deliciosa recepção dessa cidade viva e alegre tão parecida com a nossa querida São Paulo, só que bem melhorada?!  Ah, gente, só sei que foi amor logo no primeiro dia…voltamos felizes e alegrinhos pro hotel, nos sentindo em casa…e ainda bem que era só o começo por lá!

 

Anúncios

~ por Adriana em 11/01/2011.

7 Respostas to “Nossa primeira tarde de inverno em Madri.”

  1. Que maravilha, Adriana. Isso tudo é bom demais, né mesmo? Beijos.

  2. Que aula de História… não sabia da existência do Templo… que bacana mesmo. Agora vocês podem ouvir uma banda española chamada La Oreja de Van Gogh, mas com a vocalista anterior Amaia Montero, quando ela canta… “Yo siento que recordarás, las tardes de invierno por Madrid…”, o que você descrevia eu ouvia com esse fundo musical… hahaha
    Ah e as fotos estão maravilhosas!!
    Beijos

  3. Oi querida.
    Tava com saudade !!!
    Adoro os seus posts, sempre tão bem explicadinhos, que me fazem imaginar que estou passeando junto com vcs.
    bjs.

  4. Dri, não falei que Madri era tudo!!!!! Comigo foi amor a primeira vista com certeza!!!! Quero muito ver todas as fotos!

  5. Dri, seu blog é um encanto! Me emociona tamanha sensibilidade, algo raro hoje em dia. Fotos belíssima de lugares fantásticos, com muito vinho, amor e amigos! Eu te admiro, e cada dia mais e mais…

    Beijo grande!

  6. As fotos de seu blog são maravilhosas! Parabéns!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: